• Facebook
  • LinkedIn
  • Instagram

As 10 leis de um coração saudável

coração saudável

Você sabia que cerca de 289 mil pessoas morreram em decorrência de doenças cardiovasculares no Brasil em 2019? A OMS aponta as doenças cardiovasculares como a maior causa de mortes no mundo. E é justamente na tentativa de diminuir esses números que foram criados os 10 mandamentos para um coração saudável.

Apesar de serem mandamentos básicos (e, para muitas pessoas, até bastante óbvios), nunca é demais reforçá-los. 

leis de um coração saudável

1 . Para ter um coração saudável, evite fumar

Se você se pergunta como o cigarro influencia na saúde do coração, saiba que além dos danos causados diretamente ao pulmão e sua forte relação com o surgimento de células cancerígenas, o cigarro possui cerca de 4700 substâncias tóxicas.

A nicotina, por exemplo, estreita as artérias e as veias. Este fato, relacionado aos altos índices de LDL (o conhecido colesterol ruim), podem aumentar as chances de infartos, por exemplo. Além da nicotina, outros componentes do cigarro lesam o endotélio – a camada que reveste o interior dos vasos sanguíneos. 

Ademais, a vasoconstrição combinada com a liberação de adrenalina, vasopressina e noradrenalina, em consequência do consumo de nicotina, aumenta a pressão arterial, pelo menos durante o tempo em que se está fumando.

E não se esqueça que o fumante “passivo” também está em risco quando é constantemente exposto à fumaça.

 2 . Diga não à obesidade e controle seu peso

A obesidade e o excesso de peso aumentam os riscos de diabetes, hipertensão, apnéia do sono e diversos outros fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

A gordura abdominal que antes, por ser uma reserva de energia, era tida como um fator de sobrevivência, agora representa um alto risco para o coração. Isso porque as atividades e os estilos de vida mudaram. Antigamente essa reserva era gasta com muito mais facilidade pela complexidade das atividades realizadas pelos seres humanos. Hoje, o ser humano é muito mais sedentário do que já foi. E, com isso, a reserva de energia em forma de gordura já não é mais necessária.

Portanto, o acúmulo de gordura abdominal aumenta o risco de entupimento dos vasos sanguíneos. Isso tendo em vista que tal acúmulo aumenta as chances de placas de gordura se alojarem nas paredes dos vasos sanguíneos (colesterol LDL), obstruindo a passagem do sangue. Assim, podem causar infartos e/ou derrames (AVCs).

3 . Faça exercícios físicos regularmente e livre-se do sedentarismo!

Se você se pergunta qual a importância de praticar exercícios físicos, saiba que esta é uma das principais medidas para prevenir doenças cardiovasculares e manter um coração saudável.

Entretanto, para que os exercícios sejam sempre benéficos e só gerem bons resultados, é fundamental o acompanhamento de um profissional capacitado e das orientações do seu Médico Cardiologista. Afinal, sair do sedentarismo exige muito do organismo e é preciso cuidado. 

O Médico Cardiologista, então, deverá ser consultado antes de dar início à prática. Assim, ele poderá avaliar sua capacidade cardiorrespiratória. A partir disso, ele estabelecerá a intensidade permitida de exercícios para cada caso. Afinal de contas, cada caso é um caso e deve ser considerado individualmente.

Por exemplo, alguns pacientes em recuperação de insuficiência cardíaca devem fazer exercícios. Porém, o máximo permitido são caminhadas leve e em local plano.

Além disso, essa prática ajuda a combater a obesidade e problemas como diabetes, hipertensão e colesterol.

4 . Para ter um coração saudável, controle a pressão arterial

Pressão alta significa que o coração está fazendo um esforço maior do que o normal para o sangue circulando pelo corpo. A hipertensão é tida por boa parte dos médicos cardiologistas como o “mal do século. Isso porque os hábitos alimentares, de saúde e os estilos de vida mudaram com o passar do tempo. Isso significa que, nos alimentando de maneira não-saudável (ingerindo muito sal, por exemplo), aumentando o estresse cotidiano, deixando de praticar exercícios físicos ou até ignorando boas noites de sono, forçamos nosso coração a trabalhar mais do que o normal para manter tudo em ordem.

Por isso, boas práticas de saúde são imprescindíveis para manter a pressão arterial controlada. E, para isso, é necessário que se faça um acompanhamento periódico medindo-a.

5 . Escolha bem seus alimentos

É consenso que uma alimentação saudável melhora a qualidade de vida de maneira extraordinária. Diminuir o consumo de sal, gorduras, frituras e álcool, além de investir em uma alimentação rica em frutas, legumes e vegetais são recomendações amplamente divulgadas.

Porém, você sabia que seu prato precisa ter 5 cores para ser realmente saudável? A orientação clássica dos nutricionistas é montar uma refeição colorida. Por isso, invista em alimentos roxos, brancos, verdes, vermelhos e laranjas. 

6 . Controle o colesterol

O colesterol alto é considerado uma doença silenciosa. A menos que você faça exames de sangue, seus sintomas na verdade são consequências. Por isso, como você já tem visto, tanto o tratamento, quanto a prevenção para o colesterol alto são baseados em uma alimentação saudável, prática frequente de exercícios físicos, combate à obesidade e ao estresse. 

7 . Reduza o estresse diário

Vivemos em um ritmo muito acelerado e todos os dias lidamos muito estresse. Como você deve ter visto nos 10 cuidados com o coração que o estresse causa danos profundos ao coração. Isso porque, o estresse libera um hormônio chamado cortisol. Este hormônio influencia diretamente os níveis de colesterol e de hipertensão.

Por isso, invista em práticas que diminuam seu estresse. Por exemplo, ioga ou meditação diária.

8 . Cuide da glicose

Você sabia que pessoas com diabetes têm o dobro de chance (e risco) de ter um infarto. Inclusive, estudos recentes mostram que os sintomas de infarto podem ser diferentes em pessoas com diabetes. Isso porque, o sangue com altos índices de glicose faz com que o colesterol e a pressão alta tornem-se mais agressivos. Por isso, cuidar da glicose ao diminuir o consumo de açúcares, gorduras pode reduzir os riscos de causar mais danos ao coração.

9 . Não descuide do lazer

Momentos de lazer são essenciais para reduzir o estresse. Porém, até mesmo em momentos de lazer precisamos ter cuidado e cuidar da saúde. Geralmente, o senso comum costuma acreditar que esses momentos são a ocasião perfeita para exagerar… Exageros tanto em bebidas, como na alimentação ou nas atividades perigosas. Portanto, aproveite para relaxar, mas mantenha a consciência e encontre o equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal.

10 . Consulte seu médico cardiologista periodicamente

Você já deve ter visto que o melhor momento para buscar um Cardiologista é quando se quer prevenir doenças. Afinal, prevenir ainda é o melhor remédio! Assim, você poderá prevenir doenças e/ou diagnosticá-las logo no início. E, por fim, aproveite para tirar suas dúvidas com seu Médico Cardiologista para poder mudar seus hábitos de maneira saudável.

 

Por isso, agende já a sua consulta com um dos nossos Médicos Cardiologistas e fique em dia com a sua saúde!





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative