Doenças Cardiovasculares | | Clínica da Cidade » Medicina Acessível

Doenças Cardiovasculares


Segundo os dados da OMS, as doenças cardiovasculares são o maior motivo de morte no mundo. Porém, também de acordo com a OMS, a maior parte dessas mortes poderiam ter sido evitadas a partir de mudança de hábitos. Ou seja, as doenças cardiovasculares não são uma sentença de morte, porque podem ser evitadas. Mas é preciso que haja uma profunda mudança nos hábitos e um acompanhamento regular com o médico Cardiologista.

O que são doenças cardiovasculares?

As doenças cardiovasculares são aquelas que atingem o sistema cardiovascular. Ou seja, são doenças que afetam tanto o coração, quanto os vasos sanguíneos. Elas geralmente atingem pessoas com mais de 50 anos e/ou com hábitos prejudiciais à saúde.

Quais são as doenças cardiovasculares mais comuns?

Divididas em dois grandes grupos: as que não apresentam sintomas e as que apresentam.
veja:

Apresentam sintomas:

As doenças cardiovasculares que apresentam sintomas são:

Angina

A angina acontece quando o músculo cardíaco não recebe oxigênio suficiente. Ela pode ser um sintoma de uma doença mais grave. Mas ela é uma doença crítica também e necessita de atendimento urgente.

Sintomas
Ela é caracterizada por uma dor ou um desconforto no peito com sensação de pressão.

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

O AVC é a obstrução ou o rompimento de vasos sanguíneos, geralmente que levam oxigênio para o cérebro. Hoje, no Brasil, acontecem cerca de 150 mil casos por ano. Além disso, existem dois tipos de AVCs: isquêmico e hemorrágico.

AVC isquêmico

O AVC isquêmico é caracterizado pela obstrução dos vasos que levam sangue para o cérebro. Ele é o mais comum e tem maiores chances de recuperação. Ainda que o AVC isquêmico seja mais comum, é preciso recorrer ao médico e procurar atendimento urgente. Afinal, quanto antes iniciar o tratamento, maiores são as chances de recuperação sem sequelas.

Sintomas
Seus principais sintomas são:
  • Formigamento em um dos lados do corpo;
  • Paralisia facial;
  • Dificuldade de fala;
  • Dor de cabeça;
  • Vertigem;
  • Perda de visão parcial ou total;
  • Dificuldade de caminhar.
AVC hemorrágico

Já no AVC hemorrágico, ocorre o rompimento de um ou mais vasos sanguíneos cerebrais. Este fato faz com que haja uma hemorragia (sangramento) em algum dos pontos do sistema nervoso. O AVC hemorrágico não é tão comum quanto o AVC isquêmico, mas possui um risco de mortalidade muito maior.

Sintomas
  • Paralisia súbita de um dos lados do corpo;
  • Dor de cabeça que beira o insuportável;
  • Podem ocorrer episódios de sonolência e/ou convulsões;
  • Desmaio;
  • Alterações visuais;
  • Perda de fala.

Infarto

O infarto também é comumente conhecido como “ataque cardíaco”. Geralmente ocorre por uma obstrução em vasos que levam sangue ao coração, podendo ocasionar a morte desse tecido muscular.

Sintomas
  • Dor no peito (geralmente do lado esquerdo). Tal dor se propaga para o braço e ombro, podendo se reproduzir no outro braço. Essa dor passa a sensação de aperto ou pressão no peito.
  • Sensação de queimação no peito. Essa sensação é, muitas vezes, confundida com uma azia.
  • Suor.
  • Falta de ar.
  • Em alguns casos pode haver a sensação de náuseas e vômitos, podendo levar a desmaios.
  • Ansiedade.

Mas atenção: em mulheres e jovens, os sintomas podem ser um pouco diferentes do que é comum à maioria da população. Isso porque os sinais podem ser mais sutis ou confundidos com a azia, por exemplo. Mas é imprescindível que se procure socorro ao sentir esses sintomas.

Não apresentam sintomas:

Essas são as chamadas de “sintomas silenciosos”, porque seus sintomas são de difícil percepção para pessoas leigas no assunto. Ou seja, é preciso que se recorra à especialistas e a exames para se ter certeza de que há alguma doença. São elas:

Hipertensão

A hipertensão faz com que o coração precise de mais esforço para bombear o sangue, tendo em vista que ele encontra dificuldades para circular. Desse modo, pode acarretar em sérias consequências e também é um fator de risco para mais doenças cardiovasculares.

Aterosclerose

A aterosclerose é caracterizada pelo acúmulo de placas nas artérias. Ela pode ser provocada pelos altos níveis de colesterol e provoca danos de acordo com a sua localização no organismo. Por exemplo, uma pessoa com o acúmulo de tais placas no cérebro corre mais risco de sofrer um AVC. Ou seja, também se torna um fator de risco para que a pessoa desenvolva outras doenças cardiovasculares.
Doenças Cardiovasculares

Fatores de risco

Os fatore de risco para doenças cardiovasculares são divididos também em duas partes: os modificáveis e os não modificáveis. Isso quer dizer que os modificáveis são hábitos que podem alterados. Já os não modificáveis são questões sobre as quais não temos controle.

Fatores de risco modificáveis:

  • Sedentarismo;
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Má alimentação;
  • Estresse ansiedade;
  • Hipertensão;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Colesterol alto;
  • Diabetes.

Fatores de risco não modificáveis:

  • Predisposição genética;
  • Idade;
  • Sexo.

Como tratar

Ao sentir os sintomas listados acima, é de extrema importância que se procure atendimento com urgência. A partir daí, o médico especialista em cardiologia irá avaliar o quadro dos sintomas e da doença e buscar o melhor tratamento.
Alinhado ao tratamento, é preciso conversar com o médico Cardiologista sobre a possibilidade de praticar exercícios físicos (e como praticá-los em cada caso) e também buscar um acompanhamento nutricional. Ou seja, a mudança de hábitos é essencial para uma boa recuperação.

Como prevenir

Você sabia que cerca de 80% dos casos de AVC poderiam ter sido evitados?
Por isso, converse com o seu médico Cardiologista, tire suas dúvidas e saiba o que é melhor para a sua saúde.
Faça um acompanhamento periódico com seu médico Cardiologista, procure saber quais os melhores exercícios para a sua saúde. Assim, você pode diminuir o risco de desenvolver diabetes, melhorar a sua pressão arterial e os níveis de colesterol. Alinhando exercícios à uma alimentação saudável, parar como consumo de cigarros e diminuir o consumo de álcool, você pode obter grandes benefícios para a sua saúde.
Então aproveite essa oportunidade, agende já a sua consulta com um dos nossos Médicos Cardiologistas e fique em dia com a sua saúde!





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative