• Facebook
  • LinkedIn
  • Instagram

Saúde nos próximos 10 anos


Relatório KPMG aponta para um novo modelo de saúde centrado no paciente

Um estudo da KPMG, rede global de empresas independentes afiliadas à KPMG International Cooperative, mostrou que nos próximos 10 anos, motivado por grandes transformações, todo o segmento de saúde sofrerá uma revolução, que afetará de forma contundente sua prestação de serviços. Trata-se de uma sequência de análises, que provoca reflexões sobre as mudanças aplicadas, especialmente na primeira revolução de todas, ou seja, o tratamento do paciente como consumidor, também nos serviços de saúde.

De acordo com o documento, para conseguir fazer essa mudança, os gestores de saúde precisam seguir alguns preceitos, como por exemplo, ter personalização dos serviços prestados. Saber quem é seu paciente, seu histórico clínico e suas preferências, é um dos pontos mais relevantes apontados, assim como promover um serviço de qualidade, sem falhas e que ofereça segurança. Atender à expectativa, especialmente quando falamos de gerações distintas como Baby Boomers e Millenials, também é uma questão importante.

Baby Boomer é o nome que se dá para a geração nascida entre 1946 a 1964. A característica mais determinante entre os nascidos nesse período, é a exigência pela qualidade dos serviços oferecidos. Os millenials se enquadram entre as pessoas nascidas entre 1980 a 1995. Eles viram a internet nascer e aprenderam a viver com a rapidez das informações, o que os tornaram extremamente questionadores enquanto consumidores. Pode parecer desafiador atender às expectativas de perfis tão díspares, quando sabemos que os modelos de hoje não são flexíveis, digitais e personalizados, contudo isso é possível, de acordo com o estudo.

Mais um pilar também citado no relatório é a resolução. Qualquer transtorno na área de saúde, pode custar uma vida, sendo assim é preciso ter foco, reconhecer o problema e tentar consertá-lo o mais rápido possível e por fim, outra questão essencial é ter empatia, isto é, exercer uma relação voltada para atenção humanizada. Seguindo esses protocolos será possível fazer uma entrega de valor para quem está recebendo o serviço, além de mostrar comprometimento na busca por uma boa experiência ao paciente, através de um modelo assistencial personalizado e tecnológico.

E é nesse cenário previsto para 2030, que a Clínica da Cidade se destaca. O que o estudo personifica como tendência já é praticado aqui! E no mercado de negócios ser visionário é, sem dúvida, uma enorme vantagem competitiva. O empreendedor interessado em investir em saúde e que já conhece a Clínica da Cidade, sabe que aqui, construímos ao longo de 17 anos, a melhor esfera para que seu negócio prospere. Com equipamentos de última geração, infraestrutura completa e muito conforto a preços acessíveis. Aqui, nós sabemos que o paciente não difere os serviços de saúde com os demais. Ele exige um atendimento que retrate suas preferências e condições, buscando menores custos, atendimento de modo pontual, adequado e personalizado, ao invés de optar por um longo relacionamento, como os planos de saúde tradicionais.

E se ainda assim o investidor está receoso com o atual momento, temos uma boa notícia! Um estudo da Bain & Company, detalha que o segmento de saúde, diferente dos demais, foi um dos poucos inertes à crise e mesmo após a pandemia, continuará em alta.

Se você é empreendedor e deseja investir em um modelo de negócios que não entra em crise, seja um franqueado  da Clínica da Cidade! Temos suporte completo e know-how incontestável no ramo. Tá esperando o que para ser nosso parceiro? Clique aqui e saiba mais.





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative