• Facebook
  • LinkedIn
  • Instagram

Exames neurológicos: quais são?


O médico neurologista realiza o exame clínico e neurológico através dos exames laboratoriais e de imagens, como: hemograma, ultrassom transcraniano, tomografia e ressonância magnética. No entanto, existem outros exames os quais são complementares para a prevenção e diagnóstico de patologias.

 

O check up neurológico é muito importante para identificar condições genéticas, doenças silenciosas e maus hábitos para serem tratados precocemente e assim possuírem menor risco de complicações.

 

O que é um exame neurológico?

 

Exame neurológico é uma avaliação clínica que identifica transtornos que afetam o sistema neurológico, logo são indispensáveis para estar em dia com sua saúde.

Composto por uma série de testes físicos que analisam a função das estruturas que são responsáveis pelo funcionamento do corpo humano. 

Etapas do exame neurológico: Anamnese – uma entrevista com o paciente para saber sobre o histórico dele – , nível de consciência, reflexos, equilíbrio e sensibilidade.

O médico neurologista analisará a parte física do paciente, como: a postura, o fluxo do sistema circulatório no cérebro, os nervos sensoriais, cranianos e motores.

Pacientes internados, suspeita de tumores, traumas, concussões ou AVC (acidente vascular cerebral) são motivos para a avaliação, que também é realizada em pacientes internados.

A realização de exames neurológicos auxilia na detecção de:

  • Tumores;
  • Doenças autoimune;
  • Lesões cerebrais;
  • Patologias metabólicas;
  • Inflamações;
  • Infecções;
  • Doenças degenerativas.

 

Eletroencefalograma com mapeamento cerebral: é um exame indolor que não necessita de anestesia para avaliação da atividade elétrica do cérebro. Focado em topografias de epilepsias é considerado o exame do tipo neurofisiológico de maior importância para a comunidade médica brasileira. 

 

Doppler transcraniano: exame de ultrassom que avalia o fluxo de sangue nas artérias do cérebro para detectar doenças neurológicas, cerebrais e cardíacas. Por meio de um aparelho capaz de emitir ondas sonoras que atingem o tecido e retornam como um eco convertido em imagens. 

 

Ressonância magnética: permite a visualização de alta definição dos órgãos do corpo auxiliando no diagnóstico de tumores, infecções, anomalias estruturais.

 

Punção lombar: coleta de uma amostra do líquido do cérebro espinhal utilizando uma agulha específica para exame citológico e injeção de quimioterapia impedindo o surgimento de células leucêmicas no sistema nervoso central.

 

Conte com a Clínica Da Cidade!

Clique aqui e marque já uma consulta com um de nossos neurologistas.





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative