• Facebook
  • LinkedIn
  • Instagram

Saiba identificar diferentes manchas na pele


Diversas doenças podem ser detectadas pelas manchas, mas é preciso saber identificá-las.

É sempre muito fácil relacionar o surgimento de manchas na pele com a exposição solar, alergia a algum cosmético, produto de limpeza ou amaciantes e o sabão utilizado para lavar as roupas.

Mas cada tipo de mancha tem uma origem específica e, muitas delas, ajudam a diagnosticar doenças. Conheça algumas doenças que apresentam manchas na pele e suas características:

 

Acne

Cerca de 98% dos adolescentes serão, em algum momento, atingidos por essa doença. A inflamação que pode seguir também para a vida adulta afeta principalmente as mulheres e tem como marca registrada o aumento da oleosidade da pele e o surgimento dos cravos e espinhas que, se inflamadas podem gerar manchas e cicatrizes permanentes.

Existem diversas maneiras de tratamento e, nos casos mais graves, apenas os tratamentos tópicos podem não resolver. Entender qual o nível é fundamental para a melhor intervenção por parte do dermatologista.

Dermatite

Manchas vermelhas e pele descamando podem ser sinais da dermatite. Essa é uma das inflamações de pele mais comuns que existe e pode ter diversas origens, como reação ao uso de substâncias específicas ou alergias.

Para tratar é importante antes detectar a causa, por isso deve-se procurar sempre a orientação de um dermatologista ou alergologista para detectar o problema.

Melasma

Doença que apresenta manchas no rosto com um aspecto rendilhado, nas cores castanhas ou marrons. A principal causa é o excesso de luz solar combinado com o uso de contraceptivos orais. O período da gestação também pode facilitar o aparecimento do problema.

O tratamento para as manchas de melasma consiste em usar diariamente o filtro solar e o uso de clareadores tópicos. Remédios caseiros devem sempre ser evitados, podendo elevar a irritação e agravar ainda mais o caso.

Melanoma

O câncer de pele, tipo mais comum da doença no Brasil, na maioria das vezes se manifesta nas fases iniciais como uma pinta, escurecida ou de múltiplas cores, com suas bordas irregulares. Essa pinta geralmente é mutável, ela pode crescer e até mesmo sangrar.

Procurar imediatamente o dermatologista aos primeiros sinais pode fazer toda a diferença, para não agravar o problema.

Pano Branco

Um tipo de micose de pele que se manifesta com manchas superficiais, na maioria das vezes, na região das costas e pode ter diferentes cores: brancas, castanhas ou vermelhas.

Tratamentos tópicos costumam ser suficientes para acabar com o problema. No verão, devido às altas temperaturas e o aumento da oleosidade da pele, a doença costuma ter maior incidência.

Psoríase

Doença crônica que tem como marca registrada as manchas vermelhas, algumas vezes, com descamação, geralmente nas articulações do joelho e cotovelo e no couro cabeludo, mas nenhuma região do corpo está 100% livre.

Cremes, pomadas, medicamentos orais, fototerapia e até medicamentos injetáveis são muito usados nos tratamentos.

Vitiligo

Doença autoimune e com forte predisposição genética, acontece quando o próprio sistema de defesa ataca as células responsáveis pela produção do pigmento da pele (melanócitos), causando as manchas brancas.

Cada caso vai demandar um tipo diferente de tratamento, dependendo da idade e do quadro clínico do paciente. Os procedimentos mais comuns incluem pomadas, fototerapia, exposição solar controlada, medicamentos orais e lasers.

 

Essas são só algumas das doenças que podem ser identificadas pelas manchas na pele. Quando foi a sua última visita ao dermatologista?

Agende online sua consulta na Clínica da Cidade mais próxima de você!





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative