• Facebook
  • LinkedIn
  • Instagram

Saúde do coração da mulher


As doenças cardiovasculares causam o dobro do número de mortes em relação a todos os tipos de câncer que atingem o aparelho reprodutor feminino, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

O infarto é mais fatal em mulheres, por anatomicamente, o coração da mulher ser menor do que do homem, em caso de entupimento, as artérias das mulheres são mais comprometidas, com isso o tratamento necessita de mais cuidados, além de que a cada 11 minutos no Brasil, uma mulher morre vítima de infarto.

Os sintomas, em muitos casos são mais amenos, o que dificulta o diagnóstico e consequentemente adia a ida ao atendimento médico.

Alimentos que fazem bem ao coração

  • Linhaça
  • Aveia
  • Chocolate amargo
  • Abacate
  • Frutas vermelhas
  • Castanhas
  • Alho
  • Uvas
  • Azeite de oliva

Alimentos para evitar

  • Embutidos
  • Frituras
  • Manteiga e margarina
  • Azeite de Dendê
  • Bolos industrializados e biscoitos
  • Sorvete de massa

Fatores de risco para doenças cardíacas

  • Consumo excessivo de álcool
  • Dieta rica em gorduras saturadas e colesterol
  • Pressão alta
  • Colesterol alto
  • Não praticar atividades físicas
  • Histórico familiar de doenças cardíacas
  • Obesidade
  • Diabetes
  • Uso do tabaco
  • Chegada da menopausa: nesse período os ovários param de produzir os hormônios sexuais, interrompendo a produção de estrógeno – responsável pela manutenção do revestimento dos vasos sanguíneos, o que os dilata e provoca a baixa pressão arterial.
  • Reposição hormonal: Em casos de alteração hormonal, a terapia de reposição hormonal (TRH) beneficia a mulher auxiliando na prevenção de sintomas típicos da menopausa, como alteração de humor e falta de desejo sexual.
  • Sintomas não convencionais: sintomas atípicos como: dor nas costas, pescoço, náuseas, cansaço.
  • Pílulas anticoncepcionais: o uso de anticoncepcionais pode aumentar o risco de derrame, infarto e trombose.

Prevenção

Não fumar: o hábito de fumar traz muitos malefícios, como:
  • Diminuição dos vasos sanguíneos
  • Aumento do risco de derrame cerebral
  • Contribui para a perda do paladar, desenvolvimento de câncer bucal e caries
  • Destruição parcial do pulmão
  • A ação da nicotina faz com que o corpo absorva mais colesterol, elevando a pressão arterial e a frequência cardíaca.
Controle do peso: A obesidade, no mundo, dobrou nos últimos 30 anos, afetando 500 milhões de adultos, sendo a maioria, mulheres.

O ideal é manter o índice de massa corpórea (IMC) – peso x altura – entre 20 e 25.

Prática de exercícios físicos: promove a liberação de endorfina que beneficia o corpo aumentando a disposição, melhorando o humor e aliviando as dores, reduzindo assim a necessidade de medicação.
Exames anuais: É essencial realizar exames anuais para avaliar o risco à saúde cardíaca e tomar as medidas necessárias.
Alimentação: Uma dieta baseada em vegetais, de forma predominante e com menor consumo de açúcares, sal, gordura e alimentos processados beneficiam a saúde do coração.

 

Agora que você já sabe quais os cuidados do coração para a saúde da mulher, marque uma consulta com um de nossos cardiologistas e lembre-se, vá de máscara.





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative