Teste do Olhinho | Clínica da Cidade » Medicina Acessível

Teste do olhinho

teste do olhinho

O que é?

O teste do olhinho ou teste do reflexo vermelho (TRV), como também é conhecido, é um exame que possui o intuito de identificar a presença de possíveis enfermidades visuais. É o primeiro exame oftalmológico feito em bebês, deve ser realizado ainda na maternidade, na primeira semana de vida do recém nascido.

Para que serve?
O teste do olhinho serve para detectar possíveis problemas oculares no bebê logo ao nascer, dentre as enfermidades visuais que podem ser diagnosticadas nesse teste, estão:

  • Catarata congênita
  • Glaucoma
  • Estrabismo
  • Retinoblastoma

É indicado para todos os bebês, porém é particularmente importante para aqueles que nasceram com microcefalia e também para os que as mães foram infectadas com o Zika vírus durante o período da gravidez, pois estes têm maiores chances de ter problemas na visão.

doenças que podem ser diagnosticadas

Possíveis enfermidades visuais:

Catarata congênita
O que é?
É uma malformação do cristalino do olho que é desenvolvido durante a gestação e por essa razão o bebê já nasce com essa alteração, que é uma película esbranquiçada dentro do olho. Pode ocorrer nos dois olhos ou em apenas um deles.

Tratamento
Há cura através de uma cirurgia por um procedimento simples que consiste em substituir o cristalino do olho do bebê.

Glaucoma infantil
O que é?
O glaucoma ocorre quando há uma lesão no nervo que liga o olho ao cérebro, isso acontece quando há muita pressão do humor aquoso, que é o líquido que preenche a câmara posterior e anterior dos olhos e também nutre a córnea e o cristalino. Sendo o glaucoma infantil considerado raro.
Há muitos casos em que o glaucoma infantil está presente desde o nascimento, ou seja, é congênito. Há glaucoma secundário também, podendo surgir por outras razões, como: diabetes, após uma cirurgia nos olhos, uso excessivo de corticoides e trauma na região dos olhos.
Pode-se notar sinais de glaucoma infantil como: sensibilidade à luz, olhos embaçados ou lacrimejantes e também aumento dos olhos. Porém, mesmo que a criança apresente esses sintomas, é preciso levá-la a um oftalmologista para o diagnóstico ser feito corretamente.

Tratamento
Não há como evitar o glaucoma infantil, mas há como ficar atento a qualquer alteração dos olhos que possa ocorrer e assim levar o bebê ao oftalmologista. Os bebês não tem a visão totalmente desenvolvida nos primeiros meses de vida e por isso é difícil detectar problemas para enxergar nesse período. Logo, infelizmente muitas famílias só conseguem diagnosticar o glaucoma quando já está em estágio avançado.

Estrabismo infantil
O que é?
O estrabismo é caracterizado por um desequilíbrio na função dos músculos oculares o que causa um desalinhamento dos eixos visuais. Há três possíveis tipos de estrabismo: o convergente, que é o mais comum, o qual há um desvio de um dos olhos para dentro em direção ao nariz; o divergente, em que há um desvio de um dos olhos para fora e o estrabismo vertical, quando um olho fica mais baixo ou mais alto em comparação ao outro.

É comum, em bebês com menos de 6 meses de idade haver um desvio nos olhos, pois nessa fase os músculos oculares ainda não se desenvolveram completamente e a visão dela ainda está em adaptação.

Tratamento
Após esse período dos seis meses de idade, é preciso estar sempre em alerta, pois há cura para o estrabismo quando diagnosticado até os 7 anos de idade e quanto antes for, maiores são as chances de não deixar sequelas no indivíduo.

Retinoblastoma
O que é?
O Retinoblastoma é o tipo de câncer mais comum que atinge os olhos na infância. É um tumor maligno que se origina das células da retina, que é a parte do olho responsável pela visão.

Tratamento
O tratamento do retinoblastoma depende do estágio da doença. Há várias alternativas como tratamento, por exemplo a cirurgia, quimioterapia sistêmica, intravítrea e intra-arterial.

Como é feito o teste do olhinho?
É rápido, simples e não dói. É realizado através de um aparelho que projeta uma luz nos olhos do recém nascido e quando essa luz é refletida de cor avermelhada, alaranjada ou amarelada significa que as estruturas de seus olhos estão saudáveis. Já quando a luz é refletida de forma esbranquiçada ou diferente entre os olhos, deve se realizar outros exames por meio de um oftalmologista para a investigação de possíveis problemas de visão.

É necessário levar o bebê para uma consulta com o oftalmologista em seu primeiro ano de vida e depois aos 3 anos de idade. Além de ficar atento a sinais como o não acompanhamento do movimento de objetos e luzes, estrabismo após os 3 anos ou então, fotos em que os olhos da criança refletem luz branca.

Se houver algum desses sinais, a criança deve ser levada para fazer exames com oftalmologista para assim identificar o problema e realizar o tratamento adequado, prevenindo problemas futuros que possam surgir, como a cegueira.

Há contraindicações?
Não há contraindicações. Há apenas cuidados diferenciados para bebês que nascem prematuros com peso inferior a 1,5 kg ou nasceram em até 32 semanas. O primeiro teste do olhinho para esses bebês deve ocorrer entre a 4º e a 6º semana de vida, sendo o objetivo principal detectar a retinopatia da prematuridade. Esse exame deve ser repetido até que toda a retina esteja vascularizada.

Viu como é importante o teste do olhinho? Se seu filho ainda não fez, procure um oftalmologista.





Newsletter

Estamos constantemente fornecendo conteúdos institucionais, oportunidades e dicas de saúde. Para recebê-los, inscreva-se em nossa Newsletter.


Não enviamos SPAM

Bee Creative